Histórico

«Palhaça Vermelha no Dia do Pé Esquerdo”, é o resultado do projeto de montagem
“Atriz Palhaça”, aprovado em edital e patrocinado pelo Fundo Municipal de Cultura
de Jaraguá do Sul. O diferencial do projeto está na investigação do universo da mulher, trabalho de pesquisa que vem sendo realizado há vários anos pela atriz. “Percebi que os temas que emergiram durante a pesquisa muitas vezes eram problemáticos e acabavam sendo abordados em cena de maneira didática. Mas o “problema” faz parte do universo da palhaçaria, portanto, nada melhor que uma palhaça para expor, de maneira bem humorada, as dificuldades e alegrias da vida de uma mulher.”Antes e durante o projeto, muito se discutiu sobre a palhaçaria feminina e iniciativas como a da palhaça sueca Gardi Hunter, uma das pioneiras na ruptura de barreiras de gênero. Gardi foi uma das referências para a idealização do projeto, que se une a inúmeras outras iniciativas brasileiras, a fim de valorizar a “palhaçaria feminina”. A pesquisa sobre o “universo feminino”, vem de 2011, e “Palhaça Vermelha no Dia do Pé Esquerdo”é um dos desdobramentos dos estudos sobre a presença da mulher na vida e no palco. O primeiro fruto da pesquisa foi “Feminin[a]”, que a atriz chama de “rascunho de cena”, pois não se concretizou como um espetáculo. Nesse trabalho, os problemas comuns às mulheres são abordados de maneira dramática e mais séria do que a atriz gostaria. Foi no palhaço que Sandra encontrou o caminho para abordar os conflitos femininos com bom humor. O universo do palhaço é mais descontraído, mas cheio de problemas. O palhaço lida com eles e os articula para trabalhar com o público. E o universo da mulher é engraçado porque é problemático”. Uma palhaça mulher, conversando sobre problemas femininos com certeza contribui para a reflexão do público.

Para desenvolver a personagem, Sandra buscou a orientação cênica de Michele Silveira da Silva, de Chapecó, que interpreta a palhaça Barrica (Espetáculo Por Água Abaixo -EnCenaCatarina / Palco Giratório – SESC). Michele contribuiu com elementos e técnicas para a interpretação da palhaça. “Como a pausa, necessária para que o público tenha tempo de compreender e rir. E o palhaço tem que compartilhar o tempo todo as suas descobertas, angústias. Ele nunca está sozinho, está sempre com o público”. O projeto ganhou impulso com ensaios especiais para artistas e público especializado, um deles para alunos e professores do curso de artes cênicas da UDESC (Florianópolis). A estréia aconteceu no SESC Jaraguá do Sul nos dias 30 e 31 de outubro de 2013

PALHAÇA VERMELHA NO DIA DO PÉ ESQUERDO estreou dia 30 de outubro de 2013, com 2 apresentações no SESC Jaraguá do Sul.

Agosto 2014 – Seleção Projeto Alternativas AMORABI – Jlle/SC
Agosto 2014 – Projeto Cultural CEJA Brusque
Abril 2014 – Cabaré Vértice Brasil – Florianópolis
Março 2014 – Abertura Edital FMC Brusque / Dia da Mulher
Novembro 2013 – 1ª Mostra Jogral Arte – Brusque/SC
Outubro 2013 – Estréia SESC Jaraguá do Sul 30 e 31 outubro.
Outubro 2013 – Pré-estréia UDESC outubro 2013.

 


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s